12 de jun de 2012

Seis melhores discos do primeiro semestre de 2012, na opinião do Blog.

Repetindo os anos anteriores, o mundo da música está fervilhando em criatividade e bom gosto. Ótimos discos sendo lançados mensalmente e já figurando como candidatos a melhores nas listas especializadas.  Sem muitos mimimis segue os seis melhores álbuns do primeiro semestre, tem pra tudo e pra todos. Não resenhar os discos, apenas curtos comentários, ouçam e tirem suas próprias conclusões.

Jack White - Blunderbuss
O cara já pode ser considerado o grande nome da música dos últimos anos, desde projetos em bandas próprias, paralelas, produções, etc. Dono da gravadora Third Man Records, onde prioriza o lançamento em vinis coloridos e limitadíssimos, Mr. White lança um álbum que vai agradar a gregos e troianos, com um leque enorme de estilos dentro da obra.

Michael Kiwanuka - Home Again
Soul da melhor safra, o cantor britânico de 24 anos lança seu debut e é elogiado por críticos de todo o mundo. Dono de uma voz imponente, lançou 3 singles via iTunes ano passado e início desse ano. Se 2012 foi o ano de Adele, esse ano tem tudo pra ser o ano de Michael. Incrível como o neo-soul vive uma fase estonteante, com figuras como Adele, Charles Bradley e Sharon Jones lançando discos sensacionais nos últimos anos.

Slash - Apocalyptic Love
Depois de um competente disco em 2010, o guitar hero lança um ótimo disco conseguindo até tornar o ex vocalista do Alter Bridge bom de ser ouvido. Tirando todas as nuances que seu instrumento pode apresentar, Slash demonstra a mesma pegada rocker e a mesma técnica apuradíssima de outrora. Discaço que vai ficar anos na cabeceira dos roqueiros.

Alabama Shakes - Boys & Girls
A mais nova revelação musical é essa banda americana. Eles não tem a menor prepotência, vontade ou audácia de salvar o rock, seja lá o que isso quer dizer, mas fazem um blues-rock, ora southern, ora garage, ora soul da melhor qualidade possível. Uma pequena obra prima e um tapa na cara dos corneteiros saudosistas de plantão.

Rush - Clockwork Angels
Não tem muito o que falar de uma banda que não precisa provar mais nada pra ninguém e que continua lançando bons petardos no mercado. Vigésimo disco de estúdio da banda canadense. E pra quem for chiar dizendo que nada supera os discos clássicos, os mais antigos, blá blá blá, parem de chorar e ouçam o ábum e aproveitem para ir atrás dos outros discos mais recentes.

Soulfly - Enslaved
Será que Max Cavalera lançou o melhor disco da carreira da banda? Se a intenção não foi essa, o cara estava bem inspirado na criação do oitavo álbum do Soulfly, que fala por si só. Pedradas do início ao fim, se juntando ao Machine Head e ao Mastodon como as melhores bandas de metal atualmente.

3 comentários:

Tarso disse...

Jack White é sempre ótimo. Quanto aos demais, vou averiguar! rs

Walter Carvalho disse...

O carinha da soul music deve ser muito bom, Jack White já até comprei o cd original e Alabama Shakes, gostei e já tô encomendando o cd, agora, Soulfly é sempre uma porcaria (aarrrgghhhhh) tô fora !!!

Thiago Afonso disse...

Olá, Walter, pelo jeito não curte metal né? Ou só Soulfly mesmo? Rs.