4 de mai de 2013

Indicações sonoras da madrugada

Alguns fatos rápidos, meu humor e disposição com o blog é um elevador de emoções, sobe e desce quase na velocidade que são lançadas bolachas musicas no mercado, e como a vida e o tempo hoje são mais corridos do que quando a única responsabilidade era ouvir o maior número de discos por dia, tento religiosamente me conceder umas preciosas horas para descobrir e redescobrir pérolas musicas, o lado negativo (ou não) é que quando se tem uma mente aberta a exatamente TODOS estilos, essa tarefa fica mais complicada, quem se identifica, concorda.
Entre algumas últimas aquisições, entre vinis e CDs, vou destacar dois discos de duas bandas bem diferente entre elas, mas com um tino musical apurado:

The Sugargliders - A nest with a view 1990 - 1994 (2012)


Há um tempo atrás quando uma enxurrada de bandas indie-folk surgiram pelos quatro cantos do planeta, fui filtrar o que realmente valia a pena. Me deparei com um som que me chamou a atenção, pela simplicidade e ao mesmo tempo original, bendito YouTube. O som era Ahprahran, música presente em um compacto da banda de Melbourne, Austrália. Pesquisando sobre, descobri que a banda lançou vários compactos independentes entre os anos de 1990 e 1994 e no ano passado (2012), a gravadora Matinée Recordings, compilou esses singles em uma coletânea com 20 deliciosas faixas. Querem uma banda pra chamar de "a minha banda preferida da semana"? Ouçam The Sugargliders!!!

Toy - Toy (2012)


Aquela velha história dos aficcionados por música e discos, entra naquela loja que você curte e vai olhando CD por CD de todas prateleiras, sem nada em mente, quando se depara com um disco o qual você já ouviu ser indicado por quem entende, e a pessoa ainda faz uma relação do som da banda com grupos que você adora, pronto, o que pode dar errado? Nada! Disco ultra-hypado na gringa no ano passado e que por motivos que todos já conhecem não pousou em solo brasileiro. O som é um transporte colossal ao final dos anos 80, início dos anos 90. Gótico com shoegaze, pop com nuances psicodélicas, e por aí os londrinos Toy vão construindo um debut simpático e digno dos elogios. Pessoalmente não achei A descoberta, A maravilha ou O grupo, um disco nota 7,0, mas a vontade de ouvir, ouvir e ouvir de novo não passa!